Líder para você se inspirar: Nise da Silveira

Nise da Silveira e liderança

Recentemente, durante um curso de Introdução à Psicologia Junguiana, fui apresentado a Nise da Silveira. Seu nome me era familiar, mas eu ainda não tinha tido acesso a mais informações sobre sua vida. Durante o curso, a professora Liliane Martins, com muita paixão em sua fala, apresentou rapidamente a história de Nise e a sua importância para a medicina psiquiátrica e o desenvolvimento da Psicologia Junguiana no Brasil. Sua história me despertou interesse e, ao pesquisar mais sobre sua vida e ao assistir ao filme Nise – O Coração da Loucura, pude perceber grandes ensinamentos de liderança que Nise nos deixou como legado. No dia em que ela completaria 112 anos de seu nascimento, divido com vocês um breve perfil de Nise da Silveira e minha percepção sobre suas lições de liderança durante sua experiência em um setor de Terapia Ocupacional de um centro psiquiátrico no Rio de Janeiro.

Continue reading “Líder para você se inspirar: Nise da Silveira”

Por que eu gostaria que você discordasse deste artigo?

Alteridade no trabalho

Porque, apesar de você ser igual a mim enquanto ser humano, você é muito diferente. Porque você tem experiências diferentes. Porque você tem uma visão diferente sobre um mesmo ponto. Porque você sabe algo que eu não sei. Porque o que eu vou escrever não é a verdade, é a minha (impermanente) verdade. Porque você vai me tirar da minha zona de conforto. Porque você vai me fazer pensar de uma forma que eu ainda não havia pensado. Porque eu vou aprender com você.

Continue reading “Por que eu gostaria que você discordasse deste artigo?”

Homens, precisamos falar sobre o machismo no trabalho

Machismo no trabalho

"Viu como a estagiária nova é gostosa?"

"Fulana é muito chata! Fala pra caramba!"

"Fiu, fiu! Olha como ela está hoje. Hoje tem, né?"

"Beltrana está muito estressada. Será que o marido não tá dando conta?"

"Tu soube que a novata é sapatão? Tão linda… isso é porque ela ainda não encontrou um cara como eu! hehehe"

"Eu acho que o que sicrana tá querendo dizer é…"

"Não, fulana! Você não está entendendo o que eu estou falando, deixa eu explicar melhor pra você…"

"O que é que beltrana tem hoje, hein? Só pode ser TPM."

"Tá passando mal? Tá grávida, é?"

Agora, troquem o gênero das frases e elas não farão sentido para você. Porque a gente simplesmente usou e usa essas frases com muita frequência no ambiente de trabalho ao se referir a alguma mulher e, o pior, acha tudo normal. Sim, homens! Isso é fruto do machismo. Nós fomos educados e somos influenciados o tempo inteiro para sermos assim, para falar coisas desse tipo e participar de conversas desse nível. Mas a notícia boa é: nós podemos (e precisamos o quanto antes) mudar.

Continue reading “Homens, precisamos falar sobre o machismo no trabalho”

Relatório de monitoramento das mídias sociais: qual o melhor formato?

Relatório de monitoramento

O que atende à necessidade do cliente. Sim, pode parecer óbvia, mas é a melhor resposta para a pergunta.

Durante minha experiência como Analista e Coordenador de Monitoramento de Mídias Sociais sempre me questionei qual seria o melhor desenho de relatório de monitoramento para adotar. Em meio a tantas alternativas e formatos, conversava com meus colegas para lhes perguntar quais eram as métricas que eram analisadas, se o relatório tinha mais texto ou mais gráficos, se a análise era muito óbvia, se era muito extenso ou muito enxuto, se estava superficial ou muito detalhado. E as respostas estavam no próprio cliente e em suas necessidades.

Continue reading “Relatório de monitoramento das mídias sociais: qual o melhor formato?”

Carta a quem ousa liderar

Carta a quem ousa liderar

Com formação generalista em Administração, me dediquei (apesar dos preconceitos existentes contra a área) a estudar gestão e me apaixonei. Foi um curso que me deu base humana, social e matemática para lidar com desafios não só de mercado, mas da vida. Uma coisa que eu sempre disse do porquê estudar Administração é que, no final do curso, o mínimo que você pode fazer com ele é administrar sua vida.

Continue reading “Carta a quem ousa liderar”

O indicador de desempenho que mudou minha visão sobre redes sociais

O indicador que mudou minha visao sobre redes sociais

Considero as redes sociais fontes de entretenimento e relacionamento. E se pensarmos nos níveis de relacionamento entre marca-consumidor, nos deparamos com os famosos share of market, share of mind e o (nem tão famoso assim) share of heart.

Continue reading “O indicador de desempenho que mudou minha visão sobre redes sociais”

O que aprendi trabalhando em agência digital

O que aprendi trabalhando em agência digital

Sou formado em Administração e, enquanto ainda estava na faculdade, me interessei pelo universo das mídias sociais. Era uma área ainda muito recente e as oportunidades no mercado digital estavam começando a se popularizar. Foi quando consegui meu primeiro estágio como Analista de Monitoramento na Le Fil, uma consultoria digital em Recife, e logo depois entrei, também como estagiário de Monitoramento, na E.Life. Ao final do meu curso, fui contratado pela E.Life e atuei como Assistente de Projetos. Durante essa experiência, fui responsável por assistir projetos de monitoramento e projetos ad-hoc de pesquisas de mercado, nos formatos netnografia e comunidade on-line. Nestlé, Roche e Samsung foram algumas das marcas que trabalhei no período.

Continue reading “O que aprendi trabalhando em agência digital”